Ovelhas Incandescentes

Ovelhas Incandescentes

Páginas

sexta-feira, 5 de agosto de 2016

Se relacionar com o ser humano... vale a pena?

Então... vale... eu acho... ou não.

Eu não sei responder essa pergunta do título, mas hoje eu li uma coisa no facebook (só clicar aí na palavra pintadinha que você lê também) que me levou a pensar no assunto.

E gravei esse vídeo...

Uma pessoa com quem saí escolheu um filme péssimo porque "achou" que eu iria sempre querer escolher os filmes... que merda!

Outra pessoa com quem saí "achou" que se entrasse no MSN (era isso) pra falar comigo (no dia que a gente tinha saído), o assunto seria só a gente ou algo parecido... que merda!

Eu "achei" que deveria ligar ou mandar uma mensagem para a pessoa porque eu estava gostando de estar com ela, mas depois eu "achei" que não deveria fazer isso porque ele iria "achar" que eu estava muito a fim dele e iria "se achar" muito.

Quantas cagadas dessas a gente faz?
Quantas burradas dessas a gente "acha"?

Por que não dá pra gente gostar ou não gostar sem "achar" nada?
Por que não dá pra gente querer conversar com uma pessoa sem "achar" nada?

Por que não dá pra mandar uma mensagem pra uma pessoa, só pra falar que você lembrou dela ou que está com saudades... sem pensar nada além do normal? Nem ela, nem você?

Por que não dá pra não julgar nem ser julgada?

Continuo sem poder responder a pergunta do título.
Estou como na música da Legião: "Nem desistir, nem tentar".

Um beijo pra mim!


3 comentários:

  1. Ahhhhhhhhhhhh Regiane! Sou tua fã!!! kkkk
    Sensacional! Sem palavras, para descrever a minha
    reação ao ler o seu texto, e assistir o seu vídeo...
    Eu também penso que a gente faz o que quiser e como quiser...
    Se você quer falar fale e por aí vai, sem ficar se rotulando ou rotulando as pessoas, e os que elas dizem!!
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, é complicado, Vanessa. A gente vai errando e acertando, né?! Até hj eu não sei se faço o certo, o errado, depende da pessoa, se mudo de ideia. rsrs Bjs

      Excluir
    2. É verdade.
      Eu acredito que certo ou errado, quem pode responder é a nossa própria consciência...

      Excluir