Ovelhas Incandescentes

Ovelhas Incandescentes

Páginas

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Porta Aberta

Foi total acaso aquele encontro naquele dia e naquele lugar.
Você estava fora da sua área. Já eu, estava quase na esquina de casa.

De todas as caipirinhas de saquê com batata-frita, aquela foi a melhor.
Talvez, pela companhia. 
Talvez, pelo "acaso inexistente", esse lindo.
Que seja o tal do destino, bem-vindo.

Eu não mostrei minha inteligência discreta ou minha intelectualidade de saco cheio.
Ao contrário, joguei minha ignorância política na mesa e jogamos com as minhas cartas marcadas pela minha falta de paciência, porém, uma falta de paciência bastante honesta. 
Porque não me agrada fazer tipo para impressionar ninguém. 
Não sou atriz, personagens não me cabem e acho que já falei disso em algum post por aqui.

Talvez seja isso o que chamam de autenticidade, o fato de falar que sei muito bem do que estou falando (quando estou falando), inclusive quando digo que não sei (e se eu não sei, não vou fingir que sei nem tentar aprender alguma coisa na marra pra causar aí uma boa impressão de merda). 
Não tinha pensado nisso até agora e vou continuar não pensando.

Seja o que for que tenha acontecido, para o bem, a porta está aberta.


Incandesçam!

Um comentário: