Ovelhas Incandescentes

Ovelhas Incandescentes

Páginas

sábado, 27 de setembro de 2014

Gatos e o dom de acalmar!

Tudo melhora quando se tem gatos.

E para quem ainda acha que gatos são falsos, traiçoeiros, interesseiros e coisas desse tipo, saiba de uma verdade:

O problema não é os gatos.
O problema é você!
Que é burro e ignorante.

Porque só sendo muito burro e ignorante para ainda pensar coisas desse tipo. 

Gatos são tudo de bom!
Animais são tudo de bom!
Adote!


terça-feira, 23 de setembro de 2014

Por engano!

Hoje eu vi uma mensagem estranha no meu celular.
Um "Eu te amo, Feia" de 28/12/2013.
Deve ter sido enviada por engano, já que menos de um mês depois não tinha mais esse negócio de "amo".
E a informação que eu recebi (ainda neste mesmo menos de um mês depois) é que já tinha um mês que o outro lado estava querendo acabar com o "amo".
Então, quando esse "Eu te amo" foi falado, o dono já estava pensando em acabar com o "amo".
Então, quando esse "Eu te amo" foi falado não tinha mais "amo" nenhum.
Então, quando esse "Eu te amo" foi falado... era mentira.
Deve ter sido enviada por engano.

Livrai-nos do mal.
Amém!
Obrigada!







sábado, 20 de setembro de 2014

Sensações... e poderes ainda maiores!

Eu assumo.
A culpa foi minha.
Não de todo, mas uma boa parte, sim.
Sempre me fechei em meus problemas.
Não deixando ninguém entrar.
Não dando nenhuma explicação.

Esse é o meu jeito de proteger as pessoas dos meus erros.
Não deixando que elas assumam os meus problemas.
E assim acabo afastando as pessoas.

Talvez, seja melhor para elas.
Talvez, não.
Talvez, seja pior para mim.
Mas, talvez, não.

Cada ação, uma reação.
Cada escolha, uma renúncia.
Cada erro, o acerto de uma lição aprendida.

E sigo para novas lições.
Porque as preocupações que eu tinha também acabaram.
Os medos que eu tinha também acabaram.
As mágoas que eu tinha também acabaram.
As brigas que eu tinha também acabaram.
Toda a parte babaca também acabou.

E sigo para novas sensações.
Algumas, confesso, são antigas.
Mas a vida acabou mudando a ordem das coisas.
Elas se afastaram... e agora estão aqui novamente.
Para serem finalmente sentidas e vividas.

Eu perdi os poderes.
Ganhei sensações.
E poderes ainda maiores.
E eles crescem mais e mais a cada dia.

Incandesçam!
=)

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Eu li "O Palácio da Meia-Noite"


O Palácio da Meia-Noite (El Palacio de la Medianoche)
Carlos Ruiz Zafón
Editora Suma de Letras

Ben cresceu em um orfanato e Sheere foi criada pela avó.
Eles não se conhecem e não têm nenhuma ligação entre si.
É o que parece até que um assassino louco e desconhecido está a procura dos dois.
Disposto a tirar qualquer um de seu caminho, Jawahal não vai parar de matar até encontrar Ben e Sheere, e resolver uma pendência de seu passado, o que inclui os dois adolescentes.

Minha opinião!
Gostei! Não tanto quanto os outros que li ("O Príncipe da Névoa" e "As Luzes de Setembro"), mas gostei bastante.
Este é um pouco mais "sério" que os anteriores, mas mantém a mesma linha "mistério e magia" dos outros... que, pelo visto, o Zafón gosta... e eu também. =)
Agora sigo com o último da minha "Fila Zafón", que é "O Jogo do Anjo".
Incandesçam!

quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Seja realista... de verdade!


Às vezes, as coisas são mais difíceis do que parecem.
Ainda assim você insiste em guardar para si todo o problema e mostrar só o lado bom... ou tentar mostrar só o lado bom.
Sempre tem um lado bom, mesmo que você não queira ver.
E mesmo que ele não resolva seus problemas, ele existe.

Para que serve o lado bom?
Para te manter de pé.

A gente tem que se apoiar no lado bom para conseguir lutar contra o lado mau.
Não é uma visão otimista. É uma visão realista.
Se você não tiver um motivo para sorrir, como vai conseguir seguir?
Ser positivo não é ser iludido nem falso, é manter a esperança.
Ver o lado bom da vida não é viver no mundo de Alice.
É viver no mundo real, sem se deixar vencer.
E sem deixar que ele acabe com você.