Ovelhas Incandescentes

Ovelhas Incandescentes

Páginas

quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Janeiro de 2013... se manda!

Adeus, janeiro. Vá com Deus. Tchau e benção, como diziam antes.

Não que eu não goste de você, eu gosto. Parece até que o mês inteiro é para mim. Meu aniversário é em um único dia, mas passo o mês todo recebendo presentes, felicitações e comemorações. Eu gosto muito de você.

O problema é que esse janeiro, esse janeiro de 2013 não foi bem como eu planejava... não foi nada como eu planejava.

Prefiro não citar meus problemas, mas, sim, tenha certeza que me despedir da minha filha, da minha Lilith, com certeza foi um deles.

Digo 'foi', no passado, porque não pretendo carregá-los para fevereiro.
Eu tenho a real esperança de que fevereiro será melhor, de que os problemas serão apenas meras lembranças de um janeiro ruim. Um janeiro de 2013. E, felizmente, o tempo não volta.

Com alegria eu digo: "Fim".

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Presentes e Presentes \o/

Como muitas pessoas já sabem e como muitas saberão agora, meu aniversário foi dia 23 de janeiro. Completei 32 verões e agradeço por mais um ano com minha família e amigos.
De forma que acho que tomei gosto pelas postagens de presentes, aqui estou eu mostrando os presentes que ganhei de aniversário... e aproveitando o gancho, mostrando também alguns presentes que ganhei em sorteios. =]
Presente que ganhei do Paizão. Ele ligou para dar feliz aniversário e perguntou se eu queria uma caixa de bombons... me trouxe tudo isso. =]
Ganhei da Tia, em homenagem à minha Lilith. Passei o dia da comemoração com essa blusinha, brincos, colar e chinelos de gatos, em homenagem à minha 'Nega'. O Gwidion também gostou. =]
Begônia... ganhei da prima/irmã. Eu amo flores. =]
Presente do cunhado mais fofo do mundo, Renan. Na verdade, é mais um amigo lindo que eu fiz. =]
Presente da Editora Arqueiro e da Ananda Malheiros, do blog 'Caderno de Anotações'.  =]
Presente da Amandinha, amiga que o Twitter me deu. =]
Agora vamos para os presentes que a sorte me deu. \o/

Esse é um kit de produtos para o cabelo, ganhei do blog 'Necessaire de Mulher'. =]

Kit de marcadores, que ganhei do blog 'O Blog da Mari'. Ainda tem o livro 'Um Romântico Incorrigível', que a Editora vai mandar. =]

Livros do Neil Gaiman, que ganhei do grupo 'Sandman Brasil'.

Kit Vult, que ganhei do blog 'Eu no Mundo da Make'. =]

Esse eu ganhei no sorteio do Blog 'Depois dos Vinte'. E como foi meu aniversário, ela me mandou essa correntinha de coração, linda! =]

E os presentes que eu me dei! \o/
Filme que eu amo e estava louca para formar a coleção dos livros. Decepção total com o corte dos livros, que parece que foram cortados com uma régua. Próximos volumes comprarei em sebos.
Stephen King, meu querido! =]
São dois livros em um... sempre gostei do Joseph Murphy. =] 
Eu, Robô... curiosa para ler. Fausto... uma história que sempre gostei e agora vou ler na íntegra. =]
E mais presentes que me dei. *\o/*
Eu e minhas borrachas. =] E como foi meu aniversário, ela me mandou esses brincos e pedrinhas para as unhas. Adorei!

Novamente, muito obrigada a todas as mensagens de feliz aniversário, vibrações positivas e todas as felicidades que me desejaram e proporcionaram. Que esse ano seja um ano de muito sucesso, felicidades, vitórias e muitas alegrias na minha vida e na vida de todos ao meu redor! Muito obrigada!
Incandesçam!
=]

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Expectativas...

O que esperar quando não se tem esperanças?
Criar esperanças!

Eu sei que há situações desesperadoras, contas para pagar, apertos daqui e dali. Eu sei!

Mas o que podemos fazer? Sentar e chorar não ajuda.
Se adiantasse... já teríamos resolvido metade dos problemas do mundo, certeza.

Só podemos continuar e lutar pelos nossos objetivos.
Manter a mente positiva e manter a alegria e a esperança.

Sentar, chorar, lamentar e ficar reclamando da vida... se isso adiantasse, mesmo, até eu começaria a reclamar da vida, de tudo e de todos. Passaria tardes e tardes criticando o mundo, xingando as pessoas, reclamando que a vida é difícil, etc.

Mas... vamos em frente. Manter a alegria e a esperança.
Criar alegria onde não há. Criar esperança onde não há. Fazer por merecer, fazer o nosso melhor.

Agradeça sempre.
Se você acha que as coisas estão ruins para você, tenha certeza, há pessoas em estado muito, mas muito pior que o seu!

Agradeça pela sua vida e faça o seu melhor. A vida nos dá aquilo que damos a ela.
Incandesçam!
=]

Obs. Depois que escrevi esse texto, lembrei da música 'Expectations' (Belle and Sebastian), que serve perfeitamente de trilha sonora... e eu adoro essa música. Segue o vídeo (escolhi esse para quem, como eu, quiser cantar junto). =]

sábado, 26 de janeiro de 2013

Ganhei mais um selinho! =]

Olá bonitos e bonitas!
Ganhei mais um selinho! \o/
Desta vez é o selo de incentivo à leitura, que recebi da Denise, do blog 'Renascendo'. =]
Vamos às regras:

1 - Indicar 10 blogs para fazer o MEME. É expressamente proibido oferecer o laço 'a quem quiser pegar', sem indicar seus blogs, ou seja, é somente por indicação.
2 - Avisar os blogs que você indicou e colocar a imagem no seu blog para apoiar a campanha.
3 - Comentar no blog que te indicou.
4 - Responder à pergunta: Qual livro você indicaria para uma pessoa começar a ler?

Um livro que eu indicaria é o livro 'O Dia do Curinga' (Kabalmysteriet), do Jostein Gaarder.
Não sei, não me perguntem o porquê, só sei que desde quando li esse livro foi amor à primeira vista e desde que li falei: "Esse é um dos livros que eu acho que todo mundo deve ler".
"Você já pensou que num baralho existem muitas cartas de copas e de ouros, outras tantas de espadas e de paus, mas que existe apenas um curinga?", pergunta à sua mãe certa vez a jovem protagonista de O mundo de Sofia.
Esse é o ponto de partida deste outro livro de Jostein Gaarder, a história de um garoto chamado Hans-Thomas e seu pai, que cruzam a Europa, da Noruega à Grécia, à procura da mulher que os deixou oito anos antes.
No meio da viagem, um livro misterioso desencadeia uma narrativa paralela, em que mitos gregos, maldições de família, náufragos e cartas de baralho que ganham vida transformam a viagem de Hans-Thomas numa autêntica iniciação à busca do conhecimento - ou à filosofia.
O Dia do Curinga é a história de muitas viagens fantásticas que se entrelaçam numa viagem única e ainda mais fantástica - e que só pode ser feita por um grande aventureiro: o leitor.
(Fonte: Editora Companhia das Letras - Link: http://www.companhiadasletras.com.br/detalhe.php?codigo=10613)

Blogs que eu indico ao selinho:

Burn Book;
In The Sky;
PolyPop;
Devorador de Letras;
Pensamento Tangencial;
Viagem Literária;
Livros e Bolinhos;
La Vie Est Ailleurs;
Caderno de Anotações;
LiteRata.

Eu indiquei, mas claro que responde ao selinho/meme quem quiser. =]
Incandesçam!

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Di grátis! =]

Imagem retirada da internet.
São de graça!
Ou 'di grátis', como eu gosto de falar.
Às vezes esquecemos que algumas coisas não se compram, não se vendem, não se pagam.
A pressão, as contas, o salário, se o dinheiro vai dar ou não... isso faz qualquer pessoa esquecer das coisas impagáveis. Mas temos que voltar, temos que voltar ao momento da calmaria, ao momento em que ficamos felizes por nada... ou por tudo. Tudo o que é impagável. Tudo o que é valioso demais para se precificar.

Comer doces, ver um filme, levantar da cama só quando o sono acabar, ficar na cama até a hora que quiser,  dormir tarde só porque é sexta-feira e você sabe que pode dormir até a hora que quiser no dia seguinte, começar um caderno novo, uma caneta nova, uma agenda nova, abrir a caixa de bombons, tomar sorvete direto do pote porque ele é só seu, comprar aquele cd que você esta procurando há um tempão, rir de uma coisa engraçada, fazer bolhas de sabão, lençóis limpos na cama, dormir quentinha numa noite de frio, abraçar um gato sonolento, dormir com o gato ronronando na sua orelha, dia frio com sol e céu azul, ouvir aquela música que você estava pensando, ler o livro até o fim, unhas pintadas, almoço em família, rir com a palhaça da sua irmã, tomar café na padaria, aquela pizza que você estava na seca para comer e finalmente chegou, ver desenhos de manhã, ver um filme engraçado, sol entrando pela janela e batendo no sofá em que você está, entrar na papelaria e comprar tudo o que quiser, filme com pipoca, ver um cachorro correndo de felicidade, gatos tomando banho de gato, beijos de cachorro, passarinho tomando banho, ganhar presentes, ganhar sorteios, bater perna com as amigas, reunião de amigos mensalmente... Incandesçam! =]

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Selinho de Indicação =]

Primeiro plano de fundo do blog aqui no Blogger.
Não sei se isso é um selo ou meme (seja lá o que meme for), mas é legal, vamos lá.
Recebi da querida blogueira e gateira Poly, do blog 'PolyPop', e é uma interação entre os blogs não tão conhecidos.

Regras!
- Responder às perguntas;
- Indicar 10 blogs para fazer o mesmo, mas devem ser blogs com menos de 800 seguidores.

Então, vamos às perguntas. \o/

1 - Como escolheu o nome do seu blog?

Meu blog já mudou de nome algumas vezes. Uma vez, na faculdade, estávamos fazendo a tradução de um trecho do livro 'As Horas' (The Hours), de Michael Cunningham, e o trecho dizia: "... the church, and a scattering of sheep, incandescent, tinged with a faint hint of sulfur..."
Seria algo como "... a igreja, um grupo disperso de ovelhas, incandescente, tingidas com um leve toque de enxofre...", que a gente traduziu como "... a igreja, um grupo de ovelhas incandescentes...", e recebemos o trabalho com a seguinte observação: 'O que seriam ovelhas incandescentes?'
A aula acabou aí porque começamos a rir desse 'ovelhas incandescentes' e logo começamos a falar que o que vinha à nossa mente eram ovelhas fosforescentes, laranja, rosa, amarela, verde, e por aí vai. Ovelhas que brilhavam no escuro. Aí eu falei:

"OK!
Ovelhas brancas são corretas,
Ovelhas negras são erradas,
Ovelhas Incandescentes são o que são!
Nós somos incandescentes!"

E decidi mudar o nome do blog para 'Ovelhas Incandescentes', representando a satisfação de ser quem se é e pronto, não depender de opiniões ou achismos dos outros, não ser influenciada(o) por eles e não depender de fatores externos para ser feliz ou estar bem.
O que os outros pensam sobre você é problema deles!

2 - Há quanto tempo tem seu blog?
Começo de 2008, e antes dele tinha um pelo IG (blig).

3 - Como você divulga o seu blog?
Twitter e facebook.

4 - Quais os assuntos que mais têm visualizações no seu blog?
Crônicas, sorteios e resenhas. Mas varia bastante.

5 - O que motivou você a criar seu blog?
A necessidade que tenho de escrever e de dar minha opinião sobre alguns assuntos.

6 - Onde você mora?
São Paulo/SP

7 - Quais os seus objetivos com o blog?
Pessoais, gosto e preciso escrever. Mas se virar um trabalho, vou adorar!

8 - Quais blogs você visita frequentemente?
Pensamento Tangencial, In The Sky, LiteRata, tem alguns blogs de feminilidades também e tem muitos outros que não vou lembrar, são muitos mesmo!

9 - O que te inspira para criar os posts?
Tudo e qualquer coisa que eu pense e veja. De livros ao esmalte que estou usando, que pode me lembrar uma música, por exemplo.

10 - Qual sua idade?
32 em 23 de janeiro. =]

11 - Além do blog tem alguma outra ocupação? Se sim, quais?
Com certeza, sou revisora de textos (não ganho dinheiro com o blog nem sei como fazer isso, quem souber me fale) e estudo música.

12 - O que mais gosta de fazer nos finais de semana?
Ler, ver séries, estar com o namorado, tuitar e ficar de boa, largada na cama/sofá, sem ter que me preocupar com nada... ah, e comer coisas legais, tipo doces e salgadinhos. =]

13 - Gosta de café?
Não.

14 - Pretende fazer algo em 2013 para o blog?
Não tenho nada em mente, nada diferente do que já faço. Se eu puder ler mais, melhor.

Sinceramente, eu não sei quem indicar, frequento muitos blogs e prefiro deixar a brincadeira livre para quem quiser entrar nela.
Incandesçam!
=]

sábado, 19 de janeiro de 2013

Eu li e assisti 'Peixe Grande'


Peixe Grande (Big Fish - A Novel of Mythic Proportions)
Daniel Wallace
Editora Rocco

"No dia em que ele nasceu, as coisas mudaram. 
Marido se tornou pai, mulher se tornou mãe.
No dia em que Edward Bloom nasceu, choveu."

Edward Bloom está no fim de sua vida. William, seu filho, mal o conhece. Tudo o que ele tem são as histórias que seu pai traz de suas viagens. Histórias que, quase sempre, não fazem o menor sentido.
Seu pai nunca deixa de contar uma história, nunca deixa de contar uma piada, nem mesmo quando está prestes a deixar a vida. Isso não é motivo para deixar de fazer as pessoas rirem.
O que William não sabe é que histórias, muitas delas, costumam ter um fundo de verdade.

Minha opinião!
Adorei! Não é um livro para ler ao mesmo tempo em que se vê televisão. Ele não é de leitura difícil, mas é um livro que leva à reflexão. 
Leva à reflexão e ao mesmo tempo faz rir.

O filme!

Muita gente viu o filme e muita gente só conhece o filme. Eu mesma vi o filme, adorei e não fazia ideia de que tinha um livro por trás disso. Descobri por acaso, quando uma amiga me falou de um amigo que estava vendendo alguns livros por metade do preço. De forma que adorei o filme e amo livros, quando bati o olho no nome, saí correndo em busca de informações para saber se eram sobre a mesma história. E eram! \o/
Como todo filme baseado em livro... é baseado, e não fielmente e 100% livro transformado em filme (como muitos livros baseados em roteiros de filmes).
Mas, na minha opinião, ele expressou muito bem a ideia do livro. Achei fantástico!
Com certeza recomendo livro e filme!
Incandesçam!
=]

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

A primeira sexta-feira

Depois de fazer xixi duas vezes na minha casinha, a Vovó fez uma almofada nova para mim. =]
Eu não deveria nem queria escrever isso. Mas não posso ignorar um desejo de escrever, ele fica martelando na minha cabeça até eu botá-lo para fora.

Ainda na terça-feira de manhã, mandei uma mensagem para a Raquel:

"Não sei se agradeço ou se xingo Deus".

Ela só me respondeu:

"Não xingue".
Lilith, eu tirei a cortina para lavar, e não para você ficar pulando em cima das argolas. =]
Eu sei, claro que não deveria xingar. No fim, eu sei que foi melhor assim.
Mas a terça-feira foi um dia difícil. A quarta-feira, primeiro dia oficial, foi pior ainda. O que dizer, então, da primeira sexta-feira, principalmente uma sexta-feira em que a Adália vem limpar a casa?
Como ignorar o barulho do aspirador e não pensar, pelo menos pensar, em levantar para ver onde você está e se você está bem?
Como não olhar para a Adália e já imaginar ela perguntando: "A pretinha está aí?"

Eu não sei porque tanto medo do aspirador, mas lembrando de como você era assustadinha (devia na praça, como dizia a Tia Maluca), temer o aspirador era perfeitamente compreensível.
A primeira vez que percebemos isso foi quando você estava na varanda e eu entrei com o aspirador... você começou a se jogar na porta de vidro, com tanta força, que não sei como não quebrou.
Depois você saía correndo para se esconder em qualquer buraco. Ainda bem que as janelas têm telas (colocadas antes mesmo de virmos para cá), senão você teria se jogado, tenho certeza.
Ainda assim quase aconteceu o pior. Acho que você tentou passar com tela e tudo, e acabou com a cabeça presa na tela. Quando vimos, você estava meio pendurada. Quando encostei em você, você tomou um susto, parecia meio desmaiada. Cortamos a tela e tiramos você de lá. Estava bem, mas assustada.
Você nunca gostou de colo, mas ficou quietinha enquanto eu te abraçava e chorava.

A partir daí passamos a ter regras para o uso do aspirador:
- Antes de ligar o aspirador, veja onde a Lilith está;
- Se ela estiver no quarto, feche a porta e a janela;
- Se ela estiver na sala, coloque-a no quarto e feche a porta e a janela.
- Se ela estiver embaixo da pia da cozinha, feche a porta e a janela.
- Quando for passar no meu quarto, coloque-a no quarto da mamãe e feche a porta e a janela.

Eu não poderia deixar de pensar nisso na primeira sexta-feira sem você, muito menos na primeira sexta-feira em que a Adália vem. Não poderia deixar de pensar em você ao lembrar do aspirador.
Eu acho que não deveria nem queria escrever isso. Não quero chorar nem ficar triste, ainda mais perto do Gwidion.

Mas se é para lembrar de você, principalmente no nosso dia a dia... eu não posso, de jeito nenhum, ficar triste.
Não posso, de jeito nenhum, ficar triste ao lembrar da pessoinha felina que me fez tão feliz nos últimos 10 anos. Não posso, de jeito nenhum, ficar triste ao lembrar de alguém que só me fez sorrir.
Que a partir de agora, toda e qualquer lembrança sua só me faça sorrir. E que eu possa ajudar aqueles que amam você tanto quanto eu, e que eles também possam sorrir sempre que se lembrarem de você, porque foi isso que você deu a todos nós durante toda a sua vida: motivos para sorrir, para ser feliz e para acreditar que a vida pode até ter momentos difíceis, mas ainda assim vale a pena.
Dia das Mães se passa com a Mamãe. =]
Ai, Titia Maluca fica me agarrando. =]
Vovô nem se mexe para não atrapalhar o Pepeto. =]
Peraí, Vovó, deixa eu ver o que é isso aqui. =]
Esse menino não me deixa quieta. =]
Esse meu irmão... me dá um trabalho. =]
Com amor, 
Mamãe, Titia Maluca, Vovô, Vovó, Miguel e Gwidion

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Presentes do momento! \o/

Chegaram essa semana... nessa 'querida' semana.
Enfim... coisas boas para alegrar minha vida. =]

Ouvi maravilhas do livro 'Um Porto Seguro', do Nicholas Sparks. Já queria ler mais livros dele porque sempre ouvi muito bem sobre ele e só li 'A Escolha'.
Esse eu ganhei no sorteio dos blogs 'Meine Liege', 'Leitora It' e 'Segredo Entre Amigas'. Ainda faltam dois livros desse mesmo sorteio. São três livros. \o/ Falta chegar os livros 'À Primeira Vista' e 'O Casamento'.
Fãs do Nicholas, aceito indicações e opiniões. =]
Essa camisola linda eu ganhei no sorteio do blog 'Mãe Mel'. Queria muito porque... porque... olhem a estampa da camisola... gatinhos! \o/ 
Essas delicinhas eu ganhei no sorteio do blog 'Ponto Cor de Rosa'. Há duas coisas aí que eu praticamente bebo e como: hidratante e protetor labial. =]
E essas delícias chegaram ontem mesmo. Do blog 'Cantinho da Nêssa'. Eu amo sabonetes. Eu amo cremes, sabonetes, batons e afins de se passar na boca. Quero tomar banho com todos de uma vez. =]
Obrigada, sorte, por estar a meu favor. Obrigada, blogs, por fazerem esses sorteios lindos!
Vamos em frente... incandescendo como o Sol!

quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Selinho... meu primeiro a receber e dar! \o/

Aconteceu uma coisa que eu não conhecia... ganhei um selinho! \o/
Quem me deu foi a querida Cici, do blog 'C de Cici'.

Pelo que vi no blog da Cici: "O selinho foi criado pela Erica Bosi - blog Leia Sempre, com o intuito de incentivar a leitura e criar laços entre leitores". 

E vem com as seguintes regras:

1 - Citar o nome e o link de quem te enviou;
A querida Cici, do blog 'C de Cici'. =]

2 - Indicar 2 livros (no mínimo) que leu em 2012 e gostou (não há limite máximo);
'Dizem por aí...' e 'Um lugar para ficar'.

3 - Listar 3 livros (no mínimo) que deseja ler em 2013 (não há limite máximo);
Agora estou lendo 'Peixe Grande' e 'Você mudou a minha vida', mas fora esses, quero ler 'Matilda', 'Um Porto Seguro' e 'O Livro das Coisas Perdidas'. E eles já estão aqui me esperando. =]

4 - Oferecer para mais 10 pessoas ou blogs e avisá-los.
Então... lá vai:

1 - 'Biblioteca Empoeirada';
2 - 'Literata';
3 - 'Caderno de Anotações';
4 - 'Entre Livros';
5 - 'La Vie Est Ailleurs';
6 - 'Livros e Bolinhos';
7 - 'In The Sky';
8 - 'Meu Jardim de Livros';
9 - 'Pensamento Tangencial';
10 - 'Ler e Almejar'.

Eu bem queria colocar mais, mas achei melhor parar nos dez blogs, de acordo com as regras.
Gente, pelo que li, isso não é corrente ou algo parecido, logo, feel free para darem o selinho para alguém ou não. Certo?
Incandesçam!
=]