Ovelhas Incandescentes

Ovelhas Incandescentes

Páginas

terça-feira, 4 de junho de 2013

Como conseguir um macho... ou não!

Nem brancas, nem pretas... nós somos incandescentes!
Eu li isso: "Mulheres aprendem a desmunhecar em curso para atrair partidão".

De ler o título, eu fiquei passada. De ler a matéria, eu fiquei passada e engomada, como dizem por aí.

Desculpe, eu não uso salto. Não gosto, dói meu joelho e, para finalizar, não sei.
Não quis aprender. Achei doloroso demais para aceitar aprender.

Eu não uso maquiagem, só batom.
Eu me acho mais bonita assim. E quem tem que achar alguma coisa aqui sou eu, já que sou eu que carrego meu rosto.

Eu não ando na ponta dos pés e nem acho que isso seja bom para a postura, para a coluna, além de achar que isso é ridículo.

Eu como o quanto eu quiser e confesso sem a menor culpa que às vezes passo mal de ter comido por gula.

Me perdoem, mas uma das melhores coisas da vida é comer o que quiser e o que tiver vontade.
Eu disse O QUÊ, e não QUEM, embora isso também possa ser dito, mas estou falando aqui é de comida, mesmo.

Partidão seria o quê, exatamente?
Eu não quero partido, eu quero uma pessoa que goste de mim pelo que sou, que me respeite, que me entenda, que se divirta comigo, que possamos crescer juntos, que me paparique também, por que não?

Demonstrar independência?
Particularmente, não demonstro independência, apenas demonstro o que sou ou como eu sou.
E não vejo nada de independente em fazer um pedido ao garçom.

Não se deve transar na primeira noite?
Voltamos à velha máxima "Se dá é puta, se não dá é filha da puta"?
Se você quiser, dê. Se não quiser, não dê. E se o homem pensar mal de você, procure outro porque o errado é ele!

Na praia, onde não se usa salto, deve-se andar na ponta dos pés?
Pirou? Você é uma boneca, que deve estar sempre perfeita para apreciação?
Também não vai mais fazer ginástica para não correr o risco do seu partidão te ver suada e descabelada? Vai fazer a ginástica das mulheres do filme "Mulheres Perfeitas"?

As pessoas são como são. Eu gosto de uma pessoa pelo que ela é, não pelo que mostra. Qualquer máscara pode cair, até a mais simples de todas.

Você pode falar que faz ou não faz alguma coisa só para conseguir um determinado emprego. E isso é válido porque todo mundo precisa trabalhar, mas você tem que arcar com as consequências que isso pode trazer.
Você também pode fazer alguma coisa (muitas, na verdade) só para impressionar uma pessoa, mas, tenha certeza, você vai se arrepender. Ou porque não precisava, ou porque não valia a pena.

E os homens?
A mulher tem que passar por essa palhaçada, mas e os homens? Eles devem fingir também (o que muitos, naturalmente, já acham que é o certo fazer)?

O meu primeiro encontro com um ex-namorado foi ridículo.
Fomos ao cinema ver 'O Exorcista', filme que eu já acho um saco o original, piorou qualquer versão vinda depois.
Aceitei porque achei que ele gostava (já que foi ele que escolheu) ou que realmente queria ver o filme.
Depois, ele falou que só escolheu esse filme porque não queria que eu escolhesse um filme romântico (primeiro vacilo, já foi chutando que eu ia escolher um determinado filme quando eu nem tinha pensado em nada ainda) e porque achou que se ele deixasse eu escolher um filme no primeiro encontro (segundo vacilo, ele não tem que deixar nada), eu ia achar que poderia escolher sempre e sempre escolheria um filme romântico (terceiro vacilo, achou de mais, julgou sem saber e tentou me impedir de escolher um filme porque ele não gosta do estilo, como se ele pudesse mandar ou desmandar no relacionamento).

Olha a linha de pensamento da pessoa.
Com essa linha de pensamento, que tipo de curso deve ser feito para homens que agem assim ou que pensam dessa forma?

Há coisas que você pode gostar mais ou menos em um homem ou em uma mulher. Mas há que se respeitar as pessoas como elas são.

Usar salto, maquiagem e passar vexame andando na ponta dos pés não garantem um partidão nem um partidinho.
Seja você mesma(o). Seja como você gosta. Respeite e exija ser respeitada(o).

Uma coisa é você usar uma roupa porque a outra pessoa gosta e você quer agradar.
Outra coisa é você fazer coisas (muitas vezes que não gosta ou que acha sem noção) única e exclusivamente com um propósito externo, não porque você quer ou gosta (mesmo que seja para agradar), mas porque você acha que só assim você arrumará um macho ou qualquer outra coisa.

Quem gosta de uma pessoa, gosta dela como ela é.
Há coisas que devem ser melhoradas, mudadas, etc.? Sim!
Haverá discordâncias e opiniões diferentes? Com certeza.
Brigas? Claro!

Mas relacionamentos são assim e exigem flexibilidade e respeito de ambas as partes.
Não dá para ser tudo do jeito de um nem de outro. Tem que ceder de vez em quando, tem que exigir de vez em quando, tem que mudar ou se recusar a mudar de vez em quando, e isso é para os dois.

Não há curso de como ser ou se comportar. Há a experiência de viver um relacionamento com uma pessoa e aprender com essa pessoa. E isso vale para os dois.
E digo mais, você vai aprender como pode ser e como não deve ser, também. Como fazer e como não fazer. Como ser e como não ser (eu aprendi a deixar de ser otária).
Cada um é um. Aprenda como você é, como a outra pessoa é, e faça o melhor dentro do seu relacionamento, mas... sempre pense em você em primeiro lugar, sempre se coloque em primeiro lugar, porque a pessoa mais importante para você deve ser sempre você mesma(o).

Incandesçam!
=]

16 comentários:

  1. Ser autêntica e sincera com vc mesma é a melhor coisa! Amei a postagem, viu!
    Tudo tem o momento certo, e tirar sabedoria de qqr situação é o que nos faz crescer.
    Bjns
    :)

    ResponderExcluir
  2. Batendo palmas (de novo!) por esse post. Disse tudo eee... vai parar nos meus "Os melhores da semana" com certeza. ^^

    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  3. Oie (:
    Meu, sem palavras.
    Dê certo que eu gosto sim de usar maquiagem e não deixo de usar um dia. Salto só de vez em quando. Tem mulheres que fingem ser o que não são apenas para demonstrar status ou como você disse agradar alguém. Fazer isso uma ou duas vezes tudo bem, mas viver a vida inteira em função de alguém já é meio que frustante.
    Adorei seu post flor, falou tudo e mais um pouco hehe

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PS: vi o vídeo da 'ginástica' das mulheres ricas, hahahaha rachei de rir.

      beeijos

      Excluir
    2. Valeu, Bianca. E boa sorte no sorteio. =]

      Excluir
  4. Bom dia Regiane,

    Gostei demais desse post...as pessoas estão invertendo os valores e concordo com você, você em primeiro lugar sempre...tem post novo no blog...abçs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi Rê!
    Amei demais esse post! Até compartilhei no Twitter, porque me identifiquei demais e concordo com tudo...
    Eu também detesto salto (você é alta? Porque eu tenho 1m75 e simplesmente não consigo me equilibrar nessas coisas, além de me sentir gigante), maquiagem só uso o básico, vou trabalhar de jeans e camiseta... E me sinto super bem assim. Felizmente encontrei alguém que gosta de mim e das mesmas coisas que eu.
    A gente tem se respeitar acima de tudo!

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Sorinha. Pelamor, eu não tenho nada contra quem queira fazer esse curso, mas minha opinião é q além de ser inútil, chega a ser falta de respeito.
      Eu tenho 1,61. rs Mas não consigo me equilibrar tb. Acho bonito, mas prefiro não usar. rs Bjs

      Excluir
  6. Gostei muito do que você escreveu. Tinha lido e ficado horrorizada com a reportagem sobre a aula de feminilidade. Acho um absurdo as mulheres pagarem pra isso, mas sempre tem gente que esquece de si mesma.

    Acho os pontos que você colocou válidos e corretos. é uma pena que ainda tem gente que não pensa assim.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Carissa. Eu já fui uma besta q coloquei o fulano em primeiro lugar e mudava pra agradá-lo. Felizmente, mudei e agora sou eu em 1º lugar.

      Excluir
  7. Uhull curti (Y), mude se for por você, nunca por outra pessoa! Já fiz isso, é burrada!
    Eu uso salto, uso make, mas é porque eu gosto, o dia que saio sem make e de tênis, olho pro marido pergunto se estou muito malacafenta, a resposta dele é "Você é linda de qualquer jeito meu amor, também amo vc assim, mais natural" Só se consegue viver bem ao lado de alguém tendo liberdade para ser quem você é e agir como está com vontade naquele dia.

    ResponderExcluir
  8. Hahahahahahaha malacafenta é nova pra mim. Mas é isso mesmo. Bjs

    ResponderExcluir