Ovelhas Incandescentes

Ovelhas Incandescentes

Páginas

sábado, 8 de junho de 2013

Aceitar uma traição... ainda não cheguei nesse nível de evolução!

Eu em casa, televisão ligada, eu no computador, assunto 'traição' sendo discutido por homens no programa da Cátia.

E então alguém diz algo como (lembrando que não foi exatamente com essas palavras, mas foi mais ou menos isso):
"Você vai para o Taiti, conhece uma taitianeza linda... aquele luau maravilhoso... você vai ligar para a sua namorada... vai perder essa chance?"

Vamos pensar... quando foi que um relacionamento virou uma oportunidade?

Não precisa nem ir para o Taiti, isso pode acontecer aqui mesmo. 
Naquele show da Legião, quando eu estava em uma das filas para sair e um cara lindo, estilo Morrissey, passa do meu lado e mexe no meu queixo, quando olho para ele (que já estava sendo levado pela fila), ele me dá uma piscada.

Não aconteceu mais nada, ele estava em uma fila, eu estava na outra, sentido contrário, e não tinha condições de nenhum dos dois parar, nem se a gente quisesse (e bem que eu quis).

Eu não tinha namorado, não tinha nem beijado ainda, mas e se fosse um caso como o citado acima?
Digamos que eu tivesse namorado e ainda tivesse conseguido parar para falar com o 'Morrissey do show da Legião'.
Era um cara lindo que eu nunca mais veria de novo, era um clima maravilhoso (ah, eu acho, adoro shows e acho um momento mágico), eu ia perder essa chance?

Depende. O que é mais importante para mim? O meu namorado ou a ficadinha de 20 minutos com a pessoa que nunca vi na vida e provavelmente nunca mais verei?
O respeito pelo meu namoro e pela pessoa que está comigo há algum tempo ou a falta de caráter e respeito temporário?

Chance? Chance do quê? Que oportunidade é essa? 
Não enxergo aí uma chance de nenhum tipo, só vejo uma atração física, um tesão, um fogo no rabo que pode passar tão rápido quanto veio.
Pessoas lindas podem ser encontradas milhões de vezes em qualquer lugar do mundo.
Você vai querer agarrar todas essas milhões de 'chances'?
Você acha que não pode perder essas milhões de 'chances'?

Será que você entenderia se estivesse do outro lado?
"Olha, amor, eu conheci um cara muito lindo e foi uma chance única na vida, não pude perder essa chance e te dei um galho".
Entendeu?

Não julgo quem trai ou quem aceita traição, nem posso dizer se é certo ou errado porque acredito que cada pessoa é única, o que serve para um pode não servir para outro e vice-versa. 
Não há um padrão de certo e errado neste caso. Há o que as pessoas aceitam ou não.
Cada um sabe o que serve para si, o que podem ou não aguentar.

Eu sei que isso não serve para mim.

Eu sei também que traição vai além do parceiro beijar ou transar com outra pessoa, mas deixarei isso para o próximo post.

Por ora... eu sei que não estou no 'nível espiritual' de aceitar que meu marido/namorado beije, transe ou algo nesse sentido com outra pessoa. Não precisa nem ser outra mulher, pode ser homem também.
Mas, o que sei sobre mim até os meus 32 anos e 5 meses, eu não trairia nem perdoaria uma traição.

Eu sei também que muitos homens se acham supercertos em justificar suas traições ou possíveis traições, mas não aceitariam nem perdoariam se fossem traídos.

Acho perfeitamente normal que se ache outras pessoas bonitas, lindas, gostosas e afins tanto para homens quanto para mulheres.
Mas, traição... não faz parte da minha vida e nem quero que faça.
Se ela entrar... eu saio.

Incandesçam!

10 comentários:

  1. muito bem abordado o assunto .....diga não a traição!

    ResponderExcluir
  2. Eu também não aceitaria. Por favor, quando você está em um relacionamento, é porque você QUER estar com aquela pessoa, e se você quer, você respeita, você cuida. Agora, se você quer aproveitar essas milhões de chances, fique solteiro de vez. Afinal, só assim não terão sentimentos envolvidos. :)
    Excelente post!

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  3. Se eu tivesse um namorado e este tipo de coisa ocorresse com ele, primeiro tentaria conversar e entender o que aconteceu. Mas mesmo que o amasse muito, seria uma rachadura muito forte dentro de um relacionamento se uma das partes (senão ambas) sucumbisse a emoções momentâneas sem levar em conta as consequências futuras, simplesmente para não perder oportunidades, que na maioria das vezes são apenas formas de testar nosso caráter. Não importa qual seja o relacionamento, tem que haver honestidade entre ambos. Gostei bastante do modo como você explorou o tema no texto!

    P.S.: quem dera poder encontrar um carinha lindo estilo Morrissey aqui pela minha cidade -ainda mais agora que o Dia dos Namorados está sendo exaustivamente divulgado e eu *sniff sniff* estou só XD

    Abraço!
    Clara
    labsandtags.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahahaha obrigada, Clara. Um Morrissey pra chamar de meu, seria lindo.

      Excluir
  4. Oiiiii, achei seu blog por acaso e estou adorando! ♥
    Já virou com certeza uma dos meus favoritos, parabéns pelo trabalho.

    ahhhh eu tbm tenho um blog
    ↝ http://rachelmalheiros.blogspot.com.br
    se quiser dá uma passadinha por la ficaria mto feliz

    bjos flor ✿

    ResponderExcluir
  5. Olha, eu nem estou preparada para um traição e acho que nunca estarei. Se é para estar comigo e encontrar-se com outras, melhor me deixar quieta no meu canto!

    Beijocas, gata!

    ResponderExcluir