Ovelhas Incandescentes

Ovelhas Incandescentes

Páginas

sexta-feira, 26 de abril de 2013

O que passou agora...

Não, eu não estou brigando com ninguém nem estou com raiva de ninguém. Não neste momento.
Mas fico realmente feliz de ter me livrado de algumas pessoas.
Alguns vão, outros vêm.
Perdi algumas pessoas e lamento.
Perdi outras e isso foi um ganho, fico feliz de ter me afastado delas.
Ganhei muitas outras, muitas pela internet, e tem sido uma fase muito divertida da minha vida.
Também ganhei um moletom pink, lindo! Isso foi hoje. =]
Obrigada, mamãe!

Encerrei velhos ciclos e abri novos. Se darão certo ou não, ainda é cedo para saber.
Espero que sim.

Vejo gatos com mais de dez anos e fico feliz por eles, mas lá no fundo, bem lá no fundão, fico triste.
Não pelos gatos, claro.
Não quero que nenhum gato morra antes ou depois.
Não quero que nenhum gato morra (sei que não é possível, mas acho que deu para entender o que eu quis dizer).
Eu só queria que minha nega tivesse vivido mais!
Não é ingratidão minha. Agradeço por cada dia que passei com ela... mas ainda acho que dez anos é muito pouco tempo.
Eu sei que tem animais que vivem muito menos.
Três anos ou menos com os hamsters. Dois anos ou menos com os peixinhos.
Mas não sei, só sei que sinto assim.
Nós merecíamos mais tempo juntas... juntos! Todos nós.

Ainda tenho que trabalhar a disciplina.
Acordar mais cedo, estudar todos os dias, parar de ficar enrolando na cama, parar de ficar enrolando para arrumar a cama, para trocar de roupa, pentear o cabelo, escovar os dentes.
Parar de enrolar para tomar banho, aquele banho antes de dormir. Aquele que quando você pensa "vou tomar banho"... aparece mais uma coisa importantíssima para fazer na internet (twitter, facebook, blog, e-mail).
Essas coisas que a gente sempre faz e de tanto fazer nem lembra que faz.

Ler um pouquinho todos os dias, e não passar dias inteiros lendo e depois dias inteiros sem ler.
Tem tantos livros que eu quero ler. Talvez se eu lesse dois livros por dia, conseguiria ler todos... mas alguém tem que trabalhar, pagar as contas... e comprar mais livros. =]

Vamos decretar oficialmente? Quem sabe isso ajuda.
Amanhã começo a ter disciplina!

Se dará certo ou não, ainda é cedo para saber.
Mas vou tentar agora mesmo.
Vou tomar banho!
=]
Incandesçam!

8 comentários:

  1. Nos livrar de certas pessoas realmente faz muito bem! Abre espaço pra outras melhores, que agregam.
    Eu tb acho que nossos amores não deveriam partir nunca! 10, 15 anos é muito pouco! :(
    Disciplina... onde se compra? Precisooooo.
    Bjns
    :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Preciso de uma boa dose de disciplina. rs
      Sim, acho muito bom me livrar de algumas pessoas, mesmo q no começo seja difícil ou não tão legal, depois vc vê q é muito melhor. Bjs

      Excluir
  2. Não adianta ter mil pessoas ao seu redor se elas não te acrescentam nada?
    Muito melhor poucas que fazem uma grande diferença

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pior os q não acrescentam nada e ainda tentam te subtrair. rs
      Estou melhor assim. =]
      Bjs

      Excluir
  3. meus pêsames pela sua nega Rê! eu tb sempre convivi com animais,a maioria deles gatos, o meu David tem 13 anos e fico imaginando qdo ele partir como vai ser! de uma coisa eu tenho certeza: o mesmo Deus que me dará forças qdo isto acontecer, está lhe dando agora! fica bem...olha a fotinha do meu filho >..< http://www.facebook.com/photo.php?fbid=125463967636498&set=pb.100005186854667.-2207520000.1367007639.&type=3&src=http%3A%2F%2Fsphotos-e.ak.fbcdn.net%2Fhphotos-ak-prn1%2F856245_125463967636498_1764305748_o.jpg&smallsrc=http%3A%2F%2Fsphotos-e.ak.fbcdn.net%2Fhphotos-ak-prn1%2F541060_125463967636498_1764305748_n.jpg&size=1024%2C1280

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Maysa. Não pense nisso. Depois q minha nega se foi, eu tb passei a pensar em como será qnd o irmão dela se for, eles têm a mesma idade, são da mesma ninhada (apesar dela ser minha nega e o Gwidion um siamês rsrs). Sei q esse tipo de pensamento é inevitável, mas temos q impedi-los. Ao invés de pensar nisso, agradecer e aproveitar ao máximo o tempo q passamos com eles. Às vezes acabamos pensando, mas temos q parar com isso.
      O seu filho é um loirão lindo! Fofinho. Obrigada. Bjs

      Excluir
  4. Entendo perfeitamente o que você sente. Já perdi 4 cachorros, que eu amei como filhos, e até hoje sinto muito a falta deles. Essa saudade não passa. E eles também não viveram muito, morreram por problemas sérios de saúde como câncer, infarto, problema de rins...
    Espero que consiga aceitar e lembrar deles sempre com alegria e amor, e que possa passar esse amor para outros bichinhos que precisam de carinho.

    Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, Danielle, estou tentando. Passar, não passa. Mas sei q tem muitos bichinhos precisando de um lar de verdade, por isso adotei mais dois. Tenho esses dois q adotei agora e o irmão da minha nega, q tb sente muito a falta dela. Obrigada pela msg. Bjs

      Excluir