Ovelhas Incandescentes

Ovelhas Incandescentes

Páginas

segunda-feira, 4 de março de 2013

Tati

É sempre estranho quando uma pessoa querida se vai.
Não importa se era próxima, se continuou próxima ou se você perdeu contato. De qualquer forma, ainda é uma pessoa querida.
Sempre passa um filme na nossa cabeça.
O filme que passa na minha cabeça agora é uma comédia. E uma das boas, porque eu não lembro de um único 'Oi' que tenha dado sem ter caído na gargalhada.

A expressão 'chorar às pitangas', que eu adoro falar, começou quando eu ouvi dela... e naturalmente ri como se não houvesse amanhã. =]
O colegial acabou. Nós crescemos mais. Algumas coisas ficaram para trás. Todos seguiram seus caminhos.
Pouco tempo depois de terminar o colegial, eu liguei para dar um 'Oi'. Depois perdemos contato.
Agora guardo as boas lembranças... são só essas que tenho.

"... mas obrigada por ter ligado, Rê."

Obrigada por ter conhecido você, Tati. Siga em paz!

6 comentários:

  1. Linda homenagem,o que vale na vida é isso....sentimento,felicidades querida. Bjs,Trícia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Trícia. Ela deve estar levando a alegria dela para as esferas mais altas. E eu fico feliz de tê-la conhecido.

      Excluir
  2. Oi Rê!
    É difícil quando alguém se vai, mas o importante é a gente se lembrar das coisas boas, como você está fazendo.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Sora. E no caso da Tati, é só o q tenho, só lembranças boas. =]

      Excluir