Ovelhas Incandescentes

Ovelhas Incandescentes

Páginas

terça-feira, 31 de julho de 2012

Eu li 'Carrie'... de novo =]

Carrie conta a história da personagem de mesmo nome, uma menina sem amigos, sozinha, estranha e que sofre com os 'não colegas' de escola.
Ela não é bonita, ela não é popular, ela não é nada. E o que ela é, ninguém sabe porque ninguém se dá ao trabalho de prestar atenção nela.
Alvo de todas as brincadeiras de mau gosto que se possa fazer com uma pessoa na escola, Carrie ainda tem que aguentar a mãe, uma maluca, fanática, religiosa, que nunca explicou nada sobre 'ser mulher' (e nada de nenhuma outra coisa também) para a filha, nem mesmo o que é a menstruação. E Carrie teve que descobrir isso sozinha, a duras penas, novamente, sendo humilhada pelos 'não colegas' de classe.

Apesar de todas as coisas ruins que correm pela vida infeliz de Carrie, ela tem um motivo para se alegrar (se é que se pode chamar assim), ela guarda um segredo... e bota para quebrar no último dia de aula, no tão sonhado 'Baile de Formatura' (coisa que eu não dou a mínima e nunca tive, mas não é de mim que estamos falando rs).


A edição que li desta vez é de 1983 e foi lançada pela Abril Cultural (que hoje é Nova Cultural, pelo que vi em uma busca na internet). Está amarelado mesmo e foi comprado em um sebo virtual, em 2010.
A tradução é de Erika R. Engert Rizzo.
O livro foi lançado em 1974 depois de ter ido e voltado do lixo.
Sim, Stephen King não gostou e jogou fora. Sua esposa, a também escritora Tabitha King, leu, gostou e convenceu S.K. a levar a uma editora, que acabou publicando e tirando o casal da probreza e do anonimato.

O livro teve uma adaptação para o cinema, em 1976, estrelado por Sissy Spacek no papel de Carrie. E conta também com a participação do eterno galã de Grease - Nos Tempos da Brilhantina, John Travolta.


Em 2002, houve uma refilmagem, que era para ser uma série, mas desistiram da ideia.
Desta vez, Carrie é vivida pela atriz Angela Bettis.
O filme também conta com outra figurinha conhecida (por mim), como Rena Sofer (que eu conheci ao assistir a série The Chronicle, muito boa, aliás).


Em 1999, para ganhar mais um dinheirinho, lançaram uma 'continuação', 'A Maldição de Carrie' (The Rage - Carrie 2).


O filme coloca a protagonista Rachel como meia-irmã de Carrie e... com o mesmo dom que Carrie tinha.

É isso... INCANDESÇAM!

Obs. Qualquer semelhança com o nome Carrie e a forma como assino o meu nome (Regiane 'Carrie' Alencar) não é mera coincidência. Sou declaradamente fã de Stephen King, e adotei o apelido há sei lá quantos anos atrás. Por ser fã do S.K., por ser Carrie seu 1º livro publicado e por minha mãe ter visto o filme quando estava grávida de mim.
Agora sim, INCANDESÇAM!
=]

quinta-feira, 26 de julho de 2012

A vida não é justa ou... sei lá!

Você vê pessoas fazendo sucesso e o trabalho delas é... uma bosta?
Mas isso é a injustiça da vida ou... o quê?
Ninguém tem culpa se o seu trabalho é bom mas passa despercebido.
Eu não quero falar das minhas decepções agora, mas... eu faço melhor e tenho certeza disso.
Ou talvez seja inveja de quem está melhor do que eu.

Mas cadê a justiça da vida?
Cadê a justiça divina?
Eu não quero ser famosa e aparecer na... seja lá onde for que as pessoas famosas apareçam. E seja lá o que for ser famosa.
Eu quero (e aqui você para e pensa na sua vida)... (não, não na minha, na sua, na sua mesma, você aí que está lendo isso aqui).
Quantas vezes você viu o seu belo trabalho bem feito passar despercebido enquanto aquele bosta é tão elogiado por ter feito um trabalho de merda?

Você aí, ator, que estudou tanto e ninguém nem conhece, que está se matando para pagar suas contas e ainda teve que arrumar um trampo meio-período para garantir o dinheiro em casa, como você se sente quando lembra que estudou tanto enquanto tem gente que basta ser filho de alguém, basta dar para alguém, basta mostrar a bunda... enfim... essas coisas da vida, sabe?
A vida não é justa ou... sei lá.


INCANDESÇAM!

segunda-feira, 23 de julho de 2012

Joaninhas...

Elas comem os bichinhos que destroem as plantas. Elas são lindas. Elas são fofas. E elas dão sorte!

Por isso, eu amo Joaninhas!


Eu estava dentro do ônibus, lendo, quando eu percebi que alguma coisa caiu em mim quando o ônibus passou raspando nos galhos de uma árvore. Caiu na minha cabeça e depois no meu colo.
E quando fui ver o que era... ela estava lá na minha mochila.
Ainda faltava um bom caminho até chegar em casa, ela ficou quietinha na minha mochila, depois passeou um pouco na minha mão, coloquei a mão para fora do ônibus, achei que ela quisesse sair... mas não. Ela ficou firme e forte no meu dedo, mesmo com o vento forte soprando. E eu trouxe ela para casa. E está lá na planta da varanda até agora.
Ela me escolheu! =]


Obs. Desculpem a qualidade das fotos, mas eu só tenho o celular. E ele não ajuda muito nessa parte. =/

domingo, 22 de julho de 2012

Tag: Sou curiosa!

Fui marcada na tag 'Sou Curiosa', pela queridíssima Ana Paula, do Blog 'Ana Paula - Make e Afins'.
Seguem minhas respostas... decepcionando um pouco porque eu não sou a mais entendida no assunto maquiagem, mas... lá vai. =]

- Qual perfume está usando?
Giovanna Baby rosa, que é o meu perfume há quase 20 anos. Até gosto de outros, mas eu espirro e enjoo logo. Ganhei um há alguns dias e já passei adiante porque me dava dor de cabeça.

- Qual lápis de olho está usando?
Não uso, a única vez que peguei em um lápis de olho foi para anotar o telefone de uma amiga, só tinha um lápis de olho na bolsa da minha mãe, foi esse mesmo. rs

- Ruby Rose, Fenzza, Jasmyne, Louisance ou P&W?
Então... não uso maquiagem, então, não sei quem é quem. rs

- Prefere make romântica ou "baphônica"?
As duas. Cada uma para uma ocasião diferente. Gosto muito das maquiagens que vejo nos blogs.

- Risqué ou Colorama?
As duas, na verdade, nem presto muita atenção em marca de esmalte, vou pela cor. rs

- Qual o filme que mais gostou?
VIXI, e agora? Tem tantos. Bom, adoro todos do Harry Potter e Senhor dos Anéis. Citando 3 da minha coleção (fora os que já falei), tem Sociedade dos Poetas Mortos, A Noviça Rebelde, Mary Poppins. Ah, mas essa é uma pergunta muito difícil. rs
Citando mais três, tem A Fantástica Fábrica de Chocolate, O Pequeno Príncipe e Uma Lição de Amor.

- Mostre suas máscaras de cílios.
Não uso, gosto deles como nasceram. rs

- Que tipo de vídeo você mais gosta no Youtube: makes, tags, favoritos ou comprinhas?
Gosto de tags, gosto de viagens, de livros, também gosto dos de maquiagem e comprinhas, mas dou preferência aos outros.

- Mostre seu brinco favorito e tem que ser grande!
Eu não tenho brincos grandes, mas os maiores que tenho são esses e eu amo os três. rs
O de gatinho foi presente da minha irmã e ela comprou no bazar da ONG 'Adote um gatinho', que acontece todo final de ano. O de origami eu comprei de uma amiga da minha outra irmã e o de rosa eu comprei em uma loja virtual maravilhosa chamada 'Sweet Cherry Accessories' (na verdade eu ganhei, comprei outras coisas nessa loja e ela me deu de 'mimo' esse brinco maravilhoso, EU AMO ROSAS!).


- Para terminar, mostre sua família.
Essa foto tem uns 4 anos e eu uns 20 kg a menos, mas amo!


 E... como faltaram dois integrantes nessa foto (que eu percebi depois que vi as respostas da Ruthinha... que absurdo), coloco mais uma foto.


Agora sim, família completa! =]

Claro que ninguém é obrigado a responder nada, mas vou marcar as amiguinhas lindas:

Alessandra Ramos, blog 'Ale's Dreams'.
Thaís Wandrofski, blog 'Poá e Glitter'.
Ananery Magalhães, blog 'Coisas da Aninha'.
Ruthinha Cardoso, blog 'Etc e Tal'.
Miss Ruivinha, blog 'Miss Ruivinha'.

Beijos, abraços, apertos de mão, e INCANDESÇAM!

quinta-feira, 19 de julho de 2012

American Vampire

"E deviam ser o quê?
Assassinos, meu querido".

Volume encadernado, com os cinco primeiros capítulos.

Vampiro Americano (American Vampire) é uma série de quadrinhos criada e escrita por Scott Snyder, com participação de Stephen King e desenhada pelo brasileiro (\o/) Rafael Albuquerque.

Skinner Sweet é um bandido, caçado, preso, morto... e transformado em vampiro por acidente de um véio, babão e nojento vampiro da 'velha guarda' de vampiros.
O problema é que ele não vira um vampiro comum, ele acaba dando origem a uma nova geração de vampiros, com forças e fraquezas diferentes.

Certamente, ele quer vingar sua atual condição. Para isso, acaba contando com a ajuda de Pearl, uma aspirante a atriz que tem três empregos e dá um duro danado na vida. Ela foi oferecida como comida à velha guarda de véios, babões e xexelentos vampiros e acabou sendo 'salva' por Skinner Sweet, que a transforma em uma vampira como ele, diferente dos velhos babões e xexelentos vampiros.

Até onde li (só o volume encadernado), a caça corre solta. Skinner Sweet e Pearl contra os velhos babões vampiros e vice-versa. Além disso, James Book, o cara que prendeu Skinner Sweet, também é caça e caçador. Book quer terminar o trabalho que começou com Skinner e Skinner quer vingança contra ele também, já que foi Book quem o prendeu.
Acontece... que Book também se tornou um vampiro (cortesia de Skinner Sweet, Rá!). E muita coisa acontece com James Book antes que o último capítulo desse volume termine... ele deixa sementes. Sementes que, aliás, é bem a cara do Stephen King dar essa 'volta' na história. =]

Vampiro Americano é publicado pelo selo Vertigo (que pertence à DC Comics), e que no Brasil é publicado pela Panini.
Começou a ser publicado na décima edição da Revista Vertigo, e em abril de 2012 foi lançado o volume encadernado com os cinco primeiros capítulos. 

É fato conhecido que eu amo Stephen King (meu pseudônimo Carrie não é mera coincidência). Comecei a ler American Vampire pelo fato do meu querido ser um dos roteiristas, no entanto, ele só participou destes cinco capítulos.

Mas... é bem provável que eu continue lendo. Apesar de não ter saco para vampiros (apesar de assistir The Vampire Diaries rs confesso rs), eu realmente gostei da história e quero saber como ela prossegue. 
Quero saber também o que acontece com a Felicia  Book (associou o nome à pessoa? rs), com a Pearl e com o querido Skinner Sweet (ah, você aprende a gostar dele, e também... ele gosta de DOCE rs).

E se você também gostou (ou gosta) e quer comprar os livros (português ou inglês), clique aqui. =]

É isso!
Incandesçam! 
=]




quinta-feira, 12 de julho de 2012

Rogai por nós...

Não existe perigo maior para a humanidade do que a raça humana.

Onde pessoas fazem árvores de cinzeiro e preferem jogar suas pontas de cigarro no chão do que no lixo que está bem ali do lado. Não está ali na frente, ali perto ou logo ali... ESTÁ BEM ALI DO LADO!
Onde crianças cometem crimes dignos de um adulto e são defendidos pelos próprios pais. Onde se joga lixo na rua sem a menor preocupação e como se fosse o certo.
Onde se cometem erros como se fossem acertos.
Onde a copa do mundo é mais importante do que a saúde e a educação.
Onde se ordena a 'destruição de cães' como se fossem brinquedos com defeito.

O ser humano é uma farsa, foi a grande promessa de Deus que deu errado. E acho que ele deveria ordenar sua destruição imediatamente, já que até mesmo o(a) criador(a) também é destruído(a) pelo ser humano.
E ainda me perguntam como posso gostar mais dos animais do que das pessoas. O ser humano raciocina, tem o livre-arbítrio, e esse foi o grande erro na criação.

Deram-lhes o poder de decidir... e eles decidiram pelo caminho da ganância, da opressão e da guerra. Eles decidiram ser cruéis.
A raça humana é uma raça atrasada. Poucos se salvam... e estes ainda têm que suportar a ignorância dos demais.
Viver na Terra é um trabalho difícil. Há que se inventar fórmulas para sobreviver.
Teremos, nós, salvação?

Planeta, Universo, Deus(a)... Rogai por nós, que recorremos a vós!

"Do you know that life is ending.
As we go, the dots connecting.
We have our chance to save the garden..."




terça-feira, 10 de julho de 2012

Com pedrinhas de brilhante...



Se esta rua, se esta rua fosse minha
Eu mandava, eu mandava ladrilhar
Com pedrinhas, com pedrinhas de brilhante
Para o meu, para o meu amor passar

Nesta rua, nesta rua tem um bosque
Que se chama, que se chama solidão
Dentro dele, dentro dele mora um anjo
Que roubou, que roubou meu coração

Se eu roubei, se eu roubei teu coração
Tu roubaste, tu roubaste o meu também
Se eu roubei, se eu roubei teu coração
É porque, só porque te quero bem.
(Autoria desconhecida)


sábado, 7 de julho de 2012

Eu quero... o quê? Não sei!

Eu queria escrever alguma coisa, mas não sei o quê.
Sabe uma coisa que eu adoro? Cadernos. E canetas, e lápis, e borrachas, e papelaria de uma forma geral. Amo! Devo ter uns 10 cadernos novos aqui em casa, que ainda nem usei... ou já comecei a usar e passei para outro... sabe, tem que ir usando todos, para nenhum deles ficar triste. Eu faço isso com as minhas canetas... vou sempre renovando o estojo, trocando canetas, lápis e borrachas, fazendo um rodízio, sabe, "varejando". rs
E agendas... adoro! Atualmente tenho três, uma que ganhei do namorado, outra que ganhei em um sorteio no começo do ano (mais precisamente, no 1° dia útil do ano, aí desembestei a gostar de sorteios) e outra que ganhei em um sorteio mais para o meio do ano. =]
Isso porque eu tinha falado para o namorado que esse ano não ia querer agenda porque já tenho muitos cadernos parados, então, ia botar os cadernos para trabalhar... mas não deu. =]
Na falta de uma, ganhei três! Acho que foi um sinal para eu continuar escrevendo. Ok! =]

Agora eu estou lendo um livro sobre Cabala, é um livro técnico, mas logo vou ler Anna Kariênina, que ganhei no sorteio do blog 'Ler e Almejar', da minha xará, Regiane. =]
Eu não costumo anotar os livros que quero ler, mas acho que vou ter que fazer isso porque têm muitos livros que eu quero ler e descobri que esqueci de um agora mesmo. Só lembrei porque entrei no blog da Regiane (essa mesma do 'Ler e Almejar') e vi uma postagem sobre o livro. Chama 'O livros das coisas perdidas', clica aí que ela fala sobre o livro.

Falando sobre livros (outra coisa que amo), acho que livro é uma coisa que tem que ser passada para frente. Leu, não gostou e não quer guardar para você, dê para alguém. Passa o bicho para frente, para que outras pessoas possam ler.
Eu gosto de ler livros antes de comprar, se eu gostar ficam comigo porque vou ler outras vezes. Se não gostar, dou para alguém, faço o livro circular. E não, se ficar comigo não vão ficar fechados esperando as traças chegarem, eu leio sempre. E outra, acho até importante você ler um livro mais de uma vez porque você pega coisas que tinha esquecido ou que deixou passar na primeira vez que leu. E outra, se eu gosto da história... quero ler milhões de vezes. Sou dessas. \o/
Eu ia falar de um dos livros que já li milhões de vezes, mas acho que já falei demais. =]
Ok, paro por aqui. =]

Incandesçam!
Foto tirada na Exposição do Pequeno Príncipe, em 2009, São Paulo.


domingo, 1 de julho de 2012

Eu li e assisti 'Para Sempre'.

O livro: Para Sempre (The Vow).


O livro é lindo! Fala sobre um casal lindo (Kim e Krickitt) que se conhece de uma forma fofa e se apaixona de uma forma rara nos dias de hoje.
Eles estão casados há pouco tempo, felizes da vida, indo para a casa dos pais de Krickitt, para o 'Dia de Ação de Graças', quando sofrem um grave acidente na estrada. Krickitt está com pouquíssimas chances de vida, mas se recupera, porém... ela perde a memória. Lembra de algumas coisas, até mesmo de um ex-namorado, mas não se lembra de seu marido. =[
E agora? E agora leiam o livro. rs Clique aqui para comprar o livro.

Não é um livro para ser lido com grandes expectativas de uma história barbaramente escrita, afinal, eles não são escritores, apenas um casal que divulgou sua história (e que história!) e a tremenda lição/dificuldade que passaram juntos (e que lição/dificuldade!).

O filme: Para Sempre (The Vow).


O filme é lindo, fofo, divertido e eu gostei muito... mas não vá assistir o filme pensando no livro, aliás, nem lembre que é um filme inspirado em um livro.
É um filme para ser visto apenas como filme! Esqueça que tem um livro vinculado a ele. E quem ver o filme vai entender o porquê.