Ovelhas Incandescentes

Ovelhas Incandescentes

Páginas

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

11 safadezas que elas adoram... ou não!


Em primeiro lugar: Não respondo por todas as mulheres como muita gente faz por aí. 'Nós gostamos disso', 'Mulheres gostam daquilo', etc. Só posso responder por mim e falar do que EU gosto ou não.

No twitter, vi uma pessoa que eu sigo criticando este texto aqui: http://playboy.abril.com.br/sexo/comportamento/11-safadezas-que-elas-adoram/
(Tentei fazer o link e deu erro, então, por favor, copiem o endereço e colem na barra de endereço do navegador.)

Para evitar a fadiga, não citarei nomes de ninguém, muito menos ofenderei as pessoas, até porque é tudo questão do ponto de vista de cada um. Achei certo dar o meu, para que, se qualquer pessoa do meu universo ler esse texto (o texto acima, não o meu), automaticamente me exclua do 'elas adoram'.

Minhas respostas sobre os 11 'achismos':

1 - Nem gosto e nem deixo de gostar. A verdade é que não ligo, mas às vezes isso me incomoda. Vai que ele está achando feia ou reparando em uma celulite, ou até mesmo comparando mentalmente com alguma outra bunda?!

2 - Detesto e tenha certeza que vem briga por aí! Primeiro que eu não vejo safadeza nenhuma nisso, o que eu vejo é uma falta de consideração, maturidade ou está querendo se aparecer para algum amigo(a). Depois que eu detesto ligações desnecessárias. E essa, além de desnecessária é retardada.

3 - Nem pensar! Se eu estiver atrasada, então, lá vem mais briga. Não boto em risco minhas responsabilidades por algo que posso fazer depois, sossegada, com calma e do jeitinho que eu gosto.

4 - Acho bacana quem gosta, é um tipo de desapego que eu, particularmente, não tenho. Mas não cedo a isso nem se for para ME satisfazer, porque mesmo assim ele estaria com outra pessoa e eu não iria gostar. E eu, realmente, acho que dois é bom e três é demais mesmo.

5 - Sim, eu gosto, desde que não seja muito forte a ponto do prazer virar dor e incômodo mesmo. Mas também se não fizer, tudo bem.

6 - 'Traz uma cerveja' é um xaveco? É isso mesmo? Chamar de gostosa, ok.

7 - Não, não dá! E se me falar que o sexo com a outra era péssimo, entenderei que voltou só porque precisa de uma boa trepada, o que piora a situação. De qualquer forma, não alcancei a iluminação necessária para perdoar uma traição. Não vou botar fogo na casa, destruir o carro ou algo parecido, mas, para mim, acabou o relacionamento. Quem consegue perdoar e agir como se nada tivesse acontecido, ok. Se você acha que a pessoa realmente se arrependeu e gosta mesmo de você, você gosta dela e saberá lidar com isso, perdoe mesmo. Mas eu sei que EU não sou dessas.

8 - Não, não gosto. Pode falar que eu sou a mais gostosa da galáxia, não gosto disso. Se eu olho? Claro que olho, qualquer pessoa faz isso. Mas há uma diferença entre olhar e pagar pau. E isso também inclui discrição.

9 - Não, na verdade eu não gosto. Falando por mim, eu sei que o meu namorado gosta disso, mas eu prefiro sem surpresas. Já aconteceu isso e eu fiquei um tanto quanto mal-humorada porque eu estava morrendo de sono e recebi como um tipo de obrigação, já que ele estava todo animado. Não tive nem coragem de cortar o barato dele.

10 - Nada mais desagradável. Eu sei, sou chata. E fico mais ainda quando estou fazendo alguma coisa e sou pega de surpresa. Ah, tem vezes que eu gosto, claro. Mas, com certeza, essa não é uma delas. Ainda mais se eu estiver com panela quente na mão. A pessoa tem que saber quando é conveniente pegar alguém desprevenido. Para mim, fogão não é um lugar muito bom para isso.

11 - Não vejo problema, mas não me sinto abençoada com isso não. É só mais uma coisa que eu nem ligo, nem deixo de ligar, mas na frente do meu pai, por exemplo, nem pensar!

E para fechar, acho um puta saco esse negócio de homens são assim, mulheres são assado. O que eu acho mesmo é que as pessoas são pessoas, logo, são diferentes. E generalizar qualquer coisa sobre homens e mulheres tem uma grande possibilidade de dar errado.
É isso!
Incandesçam!

Um comentário:

  1. Que texto querido. (:
    Acho que principalmente as considerações finais não poderiam ser mais lúcidas, essa história de generalizar os gostos dos gêneros realmente é uma grande bobagem.

    ResponderExcluir