Ovelhas Incandescentes

Ovelhas Incandescentes

Páginas

quinta-feira, 26 de julho de 2012

A vida não é justa ou... sei lá!

Você vê pessoas fazendo sucesso e o trabalho delas é... uma bosta?
Mas isso é a injustiça da vida ou... o quê?
Ninguém tem culpa se o seu trabalho é bom mas passa despercebido.
Eu não quero falar das minhas decepções agora, mas... eu faço melhor e tenho certeza disso.
Ou talvez seja inveja de quem está melhor do que eu.

Mas cadê a justiça da vida?
Cadê a justiça divina?
Eu não quero ser famosa e aparecer na... seja lá onde for que as pessoas famosas apareçam. E seja lá o que for ser famosa.
Eu quero (e aqui você para e pensa na sua vida)... (não, não na minha, na sua, na sua mesma, você aí que está lendo isso aqui).
Quantas vezes você viu o seu belo trabalho bem feito passar despercebido enquanto aquele bosta é tão elogiado por ter feito um trabalho de merda?

Você aí, ator, que estudou tanto e ninguém nem conhece, que está se matando para pagar suas contas e ainda teve que arrumar um trampo meio-período para garantir o dinheiro em casa, como você se sente quando lembra que estudou tanto enquanto tem gente que basta ser filho de alguém, basta dar para alguém, basta mostrar a bunda... enfim... essas coisas da vida, sabe?
A vida não é justa ou... sei lá.


INCANDESÇAM!

28 comentários:

  1. É... as vezes acontece... eu diria: muitas!!! =/
    Bjks!

    ResponderExcluir
  2. É muita injustiça sim... Mas, tem uma coisa que eu gostaria de acrescentar.. Tem pessoas que estão em posição que pensamos: PORQUE?! Sabemos que ela não é tão capaz ou não faz as coisas direito, mas está ali... naquele cargo! O nome disso? Peixada! Quem tem alguém influente para "abrir os caminhos" sempre passa na frente! Injustiça!
    beijo!

    Ver nas Unhas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Peixada pra mim é novo, mas é isso mesmo. Vemos muita gente q não faz um trabalho tão bom assim, mas ganhou destaque por outros meios. Enquanto gente q estudou para aquilo e q faz melhor nem é citado.
      Bjs

      Excluir
    2. Mas isso acontece demaaaais, Regiane... Demais!
      E nós, nada podemos fazer a não ser rezar! :)

      Excluir
    3. Pois é, fazer nossa parte, nosso trabalho, rezar e seguir. =/

      Excluir
  3. Oi linda, vim agradecer sua visita no chicamimus blog e carinho.
    Vc já segue o blog CM, twitter e nossa Fanpage? Fique por dentro de tudo que rola no blog e posts extras nas redes sociais. Participe! Bjks e bom findi. Vivi

    ResponderExcluir
  4. Bem, eu não sei o que é! Mas quando tem um peixão sempre consegue o que qr, sem o esforço de quem deveria realmente merecer...TENSO!
    Beijo,
    Carol.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Carol, e eu conheço muita gente assim. bjs

      Excluir
  5. Eu acho que se a gente corre atrás DE VERDADE a gente consegue lugar ao sol...
    Eu ultimamente ando correndo pouco kkkkkkk a preguiça me congela kkkkkkkkkkkk
    bjuss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahaha tb sou um pouquinho preguiçosa, mas agora estou desenbestada atrás... apesar das falcatruas q me aparecem vez em quando. Bjs

      Excluir
  6. é dose né
    mas acho que quando agente realmente quer alguma coisa tem só duas maneiras de conseguir
    uma é super correndo atrás e outra é deixar seguir seu curso, se tiver que ser meu será! Tipo assim

    Beijos linda
    http://www.cacau-makeup.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é nessa q eu vou, Claudinha, correndo atrás, seguindo o curso e rezando para o bem. Bjs

      Excluir
  7. as coisas são muito injustas mesmo, infelizmente...mais não fique chateada com essas coisas, procure ver que vc fez um bom trabalho, isso que importa...

    ótima semana...
    Bjinhosss

    ResponderExcluir
  8. Hahahaha! Gostei muito do seu texto. Eu também fico muito indignada com isso dos filhos de famosos. Não fazem nada,não sabem o que é esforço,não sabem o que é lutar pela sobrevivência! E depois ainda são tratados como pessoas melhores que nós. Que melhores que nada..apenas aproveitam os atalhos para o sucesso!
    Muito legal o seu blog. Claro que já estou seguindo,né? Dá uma passadinha no meu,se puder.

    Beijo
    Hayanne Deise Lins - Profissão Adolescente
    http://profissao-adolescente.blogspot.pt/

    Facebook * Twitter * Youtube

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, e como não recebemos atalhos... temos é q correr atrás mesmo. rs Bjs

      Excluir
  9. Infelizmente muito coisa não é justa... =/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A começar pelas notícias q estou ouvindo agora, sobre políticos. =[
      Felizmente... tenho minha gata aqui me fazendo sorrir. =]

      Excluir
  10. Rê, nesse momento eu não posso dizer muito, apenas, aponta pra fé amiga e rema!
    Um grande beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah... minha querida... mas a solução é essa mesma. Tds os dias. Bjs

      Excluir
  11. Oi Rê!
    Eu também me sinto assim quando vejo gente ganhando dinheiro tão fácil... Mas fazer o quê, eu não quero aparecer na tv nem ser famosa, então o negócio é trabalhar!

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, Sora, se a gente quisesse aparecer de alguma forma... estávamos feitas. rs Adoro trabalhar, mas seria mais legal ter um pouco mais de reconhecimento. rs Bjs

      Excluir
  12. Pior, verdade! =S

    Ah, adoro animais, mas é difícil de cuidar dos 30 bichinhos hein! hahah

    beeijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh cuidar de 2 já dá trabalho, imagino 30. rs bjs mas vale a pena... desculpe a falta de pontuação, estou digitando com 1 mão só pq um gato está deitado no meu braço rsrs

      Excluir
  13. Oi, Rê...
    Vi muito isso. Quando lecionava tinha colegas que só queriam as 'turmas maiores' ... sabe por que? Eram independentes, e sempre tem aquela aluninha puxa-saquinho com letrinha bonitinha q ama ajudar a tia e os colegas(sim tirando -dúvidas, pq quer ser professora um dia e pq saca muito de tudo!)...Resumindo, minhas colegas professoras da rede estadual de ensino do Rio de Janeiro, CONCURSADAS, presume-se CAPAZES, elegiam suas representantes de turma, para auxilia-las, assim tinham tempo para tomar cafezinho na sala dos professores, bater papo na Secretaria, e a aluninha 'passando dever no quadro' para a turma, ou ficando incubida de 'anotar nomes' de quem faz bagunça ou passeia na sala. Essas colegas estavam disponíveis para levar convites dos eventos culturais da escola para as autoridades do Município(prestei concurso no Estado, que aqui é dividido em coordenadorias de acordo com os múnicípios, e eu lecionava em outro município, não no Rio), e autoridades da Educação.
    Euzinha AMO alfabetizar...pegar aqueles sereszinhos que só rabiscam, e encerrar o ano com bilhetinhos do tipo "nao quero passar de ano, te amo tia"...ve-los descobrir a leitura e aprender a soltar a imaginação, produzindo textos alheios a real vida dura que têm. Com meus recursos comprava material para 'fabricar' cola colorida, joguinhos e tudo o que pudesse auxiliar no desenvolvimento dos meus alunos, pois sempre faltavam recursos.
    Enfim, aquelas q nunca estavam na sala de aula iam representar a escola. Nossa avaliação no Nova Escola cujas notas variam de 1 a 5, foi 4, isto significava R$ 400,00 a mais engordando a conta bancária de todos...
    Enfim, na auto-avaliação, a cara de pau era tanta q dizia ter feito o seu melhor pela escola, vestia a camisa da escola com todo o seu coração.
    Meu diretor uma vez, falou que sabia quem era quem e com quem poderia contar realmente para manter a qualidade do ensino na escola.
    Não esperei por justiça ou reconhecimento. Dava sim um certo desapontamento, decepção sei lá... Mas olhar e saber que havia feito a minha parte e que minha consciência estava tranquila me bastava... Acostumei. Acho q aqui no Brasil é assim. Sou ultra contra a estabilidade no serviço público por essas e outras. Veja o atendimento no SUS, por exemplo. Se as pessoas não tivessem estabilidade, pudessem ser demitidas se não produzissem como devem, a ccoisas seria beeeem diferente.
    Afff, tagarelei de novo nos seus comentários! Desculpa?
    Bjinho amore!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, mas adoro suas tagarelices. rsrs
      Eu concordo com vc, se as pessoas não fosse protegidas pelo 'público', as coisas seria diferentes. Se as coisas não dependessem tanto do 'networking', as coisas tb seriam diferentes. Vemos muita porcaria por aí, q não sabe nada de nada, mas se dá bem pq tem alguma mão por trás. Só nos resta mesmo fazer nossa parte. Bjs

      Excluir