Ovelhas Incandescentes

Ovelhas Incandescentes

Páginas

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

É à noite que os monstros vêm...


São as menores coisas que fazem a gente ter medo.
Eu só queria deitar um pouco. E então, vem aquela tosse que faz você achar que tem alguma estação de metrô por perto. Com a tosse, vem aquela ânsia de vômito que você tenta impedir, mas quando vê, já está parada na frente da pia, puxando o cabelo de lado... e lá se vai a pizza que você fez tanto esforço para engolir com a sua garganta doendo e sem sentir o gosto.

É à noite que os monstros aparecem. Mesmo que você esteja bem durante o dia, as recaídas vêm à noite. A tosse piora à noite e, principalmente, quando você se deita.
E então, você passa a temer a noite, porque sabe que os monstros virão. A garganta vai doer mais, as tosses virão mais fortes e você sabe que não pode deitar, porque deitar te faz correr o risco de sair correndo para o banheiro e vomitar tudo aquilo que você fez tanto esforço para engolir com a sua garganta doendo. Deitar faz com que você pare de respirar e acorde no meio da noite, sufocada em tanta tosse, já que você tem que respirar e tossir ao mesmo tempo.

E você está morrendo de sono, mas não consegue dormir porque a tosse te acorda, a falta de ar te acorda, os monstros te acordam.
Eu tenho medo de quando a noite vem... os monstros vêm... e eles não me deixam dormir. E me fazem pensar nisso tudo, transformando a noite em um pesadelo.
E eu... eu só queria deitar um pouco.