Ovelhas Incandescentes

Ovelhas Incandescentes

Páginas

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Viva-se!

Eu estou certa, você errado. Pode ser que sim, pode ser que não.
E quando você tem tanta certeza de que está certa(o), que tudo o que for de resto, tudo o que não for você, parece ridículo. E você quer mandar o mundo calar a boca porque o mundo inteiro está errado. Você está certa(o).
E enquanto as pessoas correm para pagar suas contas, você corre para ficar longe delas. Das contas? Não, essas você paga e pronto. Elas não incomodam ninguém. Preocupam um pouco, é certo, mas depois que você pagou, nem lembra mais delas, até o próximo mês. Mas isso dá uns dias de folga sem preocupações.
Você corre para ficar longe das pessoas, essas sim, essas incomodam.

Opinião é um traço de personalidade. Você gosta de uma coisa e para você, aquilo é bom. Mas do outro lado da rua, tem alguém que você não conhece, mas que acha um lixo, aquilo que você acha tão bom.
Sinto o cheiro do bife que estão fritando na cozinha. Não é um cheiro ruim, mas não classificaria como bom.
Fritar bife é uma coisa que detesto, porque suja muito o fogão. É possível que eu não coma bife só para não ter que limpar o fogão. Já a minha irmã, diz que a vontade dela de comer bife é sempre maior do que a preguiça de limpar o fogão.

Eu gosto de refrigerante sem gás. Lembro que eu gostava dos restos de refrigerante, mas não sabia que era porque não tinham mais gás. Uma amiga da minha irmã me ensinou a bater o refrigerante com um garfo, para tirar o gás. E depois, bem depois, comendo yakissoba e com preguiça de levantar para pegar um garfo, resolvi improvisar com o hashi de madeira que veio junto com o yakissoba. Uma única batida no fundo do copo e o refrigerante transbordou e caiu no meu macarrão. Não ficou muito bom, mas foi a melhor descoberta para quem não gosta do gás do refrigerante. E então, passei a guardar os hashis. Tem que ser de madeira, aqueles com acabamento esmaltado não funcionam muito bem. Vai ver é porque eles não foram feitos para isso.
Mas os meus amigos diziam que a coca-cola era capaz de me processar por estragar a trabalheira que eles tiveram em descobrir a dosagem certa do gás que vai no refrigerante.
E não sei porque me mandam tomar xarope, como se xarope tivesse o gosto igual e ainda gelado. Eu já tomei xarope e posso dizer com certeza que não tem o mesmo gosto de refrigerante sem gás.

Gosto mais da massa do pastel do que do recheio. Uma vez, minha irmã fez pastel e fritou toda a borda da massa, que sobrou e que em outra casa, seria jogada fora. Comi feliz da vida!

Aprendi a gostar de pão de queijo e estrogonofe. Não gostava de nada salgado que tivesse creme de leite. Pão de queijo tinha cheiro de azedo. Sei lá quando aprendi a gostar.

As pessoas mudam. Algumas não, é verdade. O que é bom ou não, dependendo de que lado da mudança você está. Mas estamos sempre certos. Quando erramos, quando acertamos. Isso também é bom ou não, dependendo de que lado da sua sanidade você está.
O mundo é grande, temos muitos amigos, fazemos amigos sem sair de casa. Mas na verdade, é cada um para si e Deus... Deus não entra na jogada.
Resolva seus problemas, cuide de seu jardim, faça suas mudanças. Pare de jogar tudo nas costas de Deus(a).
Jogue um pouco de gratidão nas costas de Deus(a), também, só para variar um pouco. Ele(a) agradece.
Pare de jogar a culpa nos outros. A vida é sua, se "Viva"!

2 comentários:

  1. Borda da massa de pastel:

    - 10 centavos

    Bife frito no fogão:

    - 85 centavos

    Pepsi twist sem gás:

    - 1 real

    Entender que cada pessoa é um universo a parte e que cada ser tem suas manias e preferências pessoais:

    - Não tem preço...

    =)

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito dessa crônica.
    Beijos!

    ResponderExcluir