Ovelhas Incandescentes

Ovelhas Incandescentes

Páginas

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Passe amanhã e deixe um recado, só não espere resposta.

Festa estranha com gente esquisita não é só música da Legião Urbana. E também deveria ser "mundo estranho com gente esquisita". A gente se depara com muita gente estranha em muita festa esquisita e vice-versa.

Os legais e os que se acham legais.
Os bonitos e os que se acham bonitos.
Os inteligentes e os que se acham inteligentes.
Os que são tudo isso junto e os que se acham tudo isso junto.

E esses últimos são os piores.
Você até pode aguentar um bocó que se acha uma coisa ou outra. E sinceramente, todo mundo se acha uma coisa ou outra.
E sinceramente, de novo, muita gente é uma coisa ou outra de verdade. E todo mundo tem amigos legais de verdade, bonitos de verdade, inteligentes de verdade e tudo isso junto, de verdade.

E de verdade (para não falar sinceramente de novo), legal, bonito e inteligente é relativo.

1° - Me pergunto se fulana de tal tem amigos porque... meu, como ela é chata! Todo mundo conhece alguém que é um porre e conhece um grupinho que quer se manter longe de fulana. Ser legal vai além de ser simpático. Ser legal não é ser simpático.
2° - Nem vou falar sobre quem acho bonito ou feio, mas cara de bebê não me apetece. Boca grande e olhos claros, também não! Ser bonito vai além de ser malhado. Ser bonito não é não ser feio (e feio pra quem?).
3° - O que é uma pessoa inteligente? É quem decorou a tabuada do 7, 8 e 9? Fodeu! Ser inteligente vai além da escola (mas eu posso cantar Faroeste Caboclo inteira, se você quiser).

As pessoas falam sobre ler bons livros e ouvir boa música, mas o "boa" aí está de acordo com quem? Quem decide o que é bom e o que não é?
Eu sou a favor da leitura dos Imortais nas escolas, mas sou contra qualquer obrigação que eu (ou qualquer um) tenha de gostar de Machado de Assis e companhia. E posso dizer, com certeza, que há bastante preconceito em relação aos livros que lemos na escola, principalmente dos Imortais. Porque você já ouviu falar tão mal deles e já ouviu tanta gente desabafando e falando que o tal do Dom Casmurro (ou seja lá qual for) é um saco (e considerando gente nervosa e sob pressão porque, com certeza, teve que ler o livro pra fazer uma prova), que você já não aguenta mais ouvir o nome do livro, sem nem mesmo ter aberto o bendito.
E muita gente se acostuma com isso. Não viu, não conhece, nem sabe quem é, mas não gosta porque um monte de gente diz que é ruim. E gosta porque um monte de gente diz que é bom.

E aí porque o fodão das críticas, ainda vivo, diz que o Stephen King, não sei o que, e não sei o que mais acabou com não sei o que lá (que é tão importante para mim que nem lembro mais o que era), eu tenho que parar de gostar dele e falar "Puxa, é mesmo, Stephen King é uma droga"? Ou porque alguém falou que o Machado é bom, e mesmo que você não tenha lido nada dele, você deve sair por aí falando maravilhas dele?
Ah vai... vai encher!

Gente bonita é quem a gente acha bonita. Gente legal é quem a gente gosta de ficar perto. Gente inteligente é quem fala quando deve falar e fica quieto quando deve ficar. E tudo isso junto pode ser eu, você ou qualquer outra pessoa. Está cheio delas por aí e a maioria está fora dos holofotes.
Mande à merda quando tiver que mandar, vá à merda quando tiver que ir. As pessoas são diferentes e cada cabeça, uma sentença. Mas como pessoa física, somos os mesmos seres limitados que nasceram e um dia vão morrer, sem exceção.
Aqui embaixo do céu, ninguém é melhor do que ninguém, de forma geral. Tudo é relativo e muda de pessoa para pessoa, o tempo todo. A única constante que existe é que estamos constantemente em mudança. Vivemos em um eterno momento de reformas e somos uma obra diferente a cada dia. E nenhuma vale mais do que a outra. Portanto, não importa se alguém pós-graduado, condecorado e premiado na Universidade do Fim do Mundo de Deus acha isso ou aquilo. Na minha vida, quem tem que achar alguma coisa sou eu!
Ninguém e absolutamente ninguém, pode ditar o que eu devo ou não gostar, o que é certo ou não gostar.

E para quem acha que pode ditar o certo ou errado na vida dos outros: Passe amanhã e deixe um recado, só não espere resposta.

Um comentário:

  1. "Duas pessoas
    são duas verdades
    que, na verdade,
    são dois mundos."

    Cada pessoa é um mundo a parte, minha Amiga Pensadora. Somos nós mesmos que atraimos ou repelimos aqueles que estão a nossa volta, fazendo parte da nossa vida. Eu gostei muito de Dom Casmurro e Capitu... mas lí sem preocupações acadêmicas... Acho que deve ser assim. Não importa o que os outros falem. Cada um deve trilhar e seu próprio caminho e seguir as tendências ditadas pelo coração.

    =)

    ResponderExcluir